Aromatização de Ambientes Identidade Olfativa

Por que a Memória Olfativa mexe com as suas sensações?

memória olfativa e emoções

Muito provavelmente você já passou por isso: caminhando distraidamente por aí, um aroma invade seu nariz e, em milésimos de segundos, te transporta para outro tempo, outro lugar. Pode ser o cheiro de um bolo de fubá assando em uma padaria que te faz lembrar da sua avó, desencadeando diversas outras lembranças que remetem à uma época específica da sua infância. Isso acontece com muita frequência, já que o olfato é o sentido mais ligado às emoções e as memórias. Esta é a famosa memória olfativa

Mas Afinal, qual a razão fisiológica para a memória olfativa ser tão poderosa?

O córtex olfativo está envolvido com o sistema límbico (cérebro emocional), local responsável por armazenar e registrar nossas memórias emotivas. Por esse motivo, os aromas, memórias e emoções estão interligados. O cérebro guarda incontáveis lembranças e, quando sofre com um estímulo externo, desencadeia uma resposta neurológica que faz uma associação dos aromas com fatos marcantes do passado.

Basta sentir um aroma familiar para que as lembranças passadas venham à tona com riquezas de detalhes. Pode ser um alimento, o perfume de uma flor, o cheiro da grama molhada ou o perfume que livro novo exala. Diferente dos outros sentidos como a visão, audição, tato e o paladar, que precisam percorrer um caminho maior para chegar nas regiões do cérebro responsáveis pelas memórias e emoções. A “memória olfativa” está diretamente interligada aos mecanismos fisiológicos das emoções.

Marketing Olfativo: memória afetiva pode impulsionar seus negócios

Uma das estratégias mais efetivas para posicionar um produto ou serviço é o chamado marketing sensorial. Este se caracteriza por apelar aos sentidos com o propósito de criar experiências sensoriais aos consumidores.

Entre as principais vantagens de incluir este tipo de marketing é conseguir a fidelidade dos clientes, criando um vínculo com a marca. Desta forma, o consumidor se sente mais confortáveis, tranquilos e felizes. Esta estratégia busca alcançar as emoções das pessoas, acima da razão. Isso porque as emoções podem ser determinantes na hora de decidir a aquisição de um bem.

 

Fonte.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply